3º lugar no concurso
[RE]consolidando a Fundação Iberê Camargo
no cenário de POA

Museu Sensorial a
Céu Aberto

Parceria com a

Arquiteta Larissa Mörschbacher

Como uma exposição a céu aberto, a intervenção se insere na paisagem, transformando o espaço em um composto de sensações.

Da preocupação em manter a concepção visual do espaço, o projeto acontece abaixo do nível da rua, mantendo as visuais internas da Fundação Iberê Camargo, eternizadas por Álvaro Siza. Das janelas do museu, a intervenção é discreta, integrando-se à paisagem.

Acompanhe no instagram!

A proposta tem como norteador reforçar a
Expandindo a experiência e o conceito de
O projeto acontece abaixo do nível da ru